ÁGUA E SOL, TUDO DE BOM…

Um novo nanomaterial foi desenvolvido e pode liberar o hidrogênio da água do mar de forma muito mais barata e eficiente do que os métodos já existentes, potenciando uma nova forma de desbloquear fontes de energia sustentáveis.

Encontrar uma forma de produzir hidrogênio a partir da água, que não implique um custo ou energia muito elevados, poderia reduzir significativamente nossa dependência dos combustíveis fósseis.

Agora, uma equipe da Universidade da Flórida Central, nos EUA, informou que um novo método de extração é particularmente adequado à sua terra natal, uma vez que tem abundância de luz solar e água do mar – os dois elementos naturais que fazem todo o processo funcionar.

IMG_2210

O Dr. Yang é o do meio (sem óculos)

“Abrimos uma nova janela para dividir água real, e não apenas água purificada feita em laboratório”, afirma o cientista Yang Yang, que há cerca de uma década se dedica ao desenvolvimento da nova tecnologia. “Isto realmente funciona bem na água do mar“.

Ao colocar uma célula de combustível de hidrogênio em um carro, o único desperdício seria água, que pode ser transformada em hidrogênio e oxigênio – algo verdadeiramente sustentável, limpo e amigo do ambiente para fornecer energia.

Apesar dos grupos em contra a evolução humana, geralmente por interesse econômico, nos esperam dias alegres, ecológicos e sustentáveis – até+

Anúncios

RELAÇÃO ENTRE HUMANOS, MÁQUINAS E INTERNET

IMG_2205A Câmara Brasil Alemanha RS abordou o tema da indústria 4.0, como boa oportunidade numa alta produtividade, como abordou o palestrante Oscar Kronmeyer, mestre em gestão de negócios e professor universitário e executivo na Indústria Elétrica e Eletrônica no RS.

Tornar a Indústria 4.0 uma realidade implicará a adoção gradual de um conjunto de tecnologias emergentes de TI e automação industrial, na formação de um sistema de produção físico-cibernético, com intensa digitalização de informações e comunicação direta entre sistemas, máquinas, produtos e pessoas; ou seja, a tão famosa Internet das Coisas (IoT). Esse processo promete gerar ambientes de manufatura altamente flexíveis e autoajustáveis à demanda crescente por produtos cada vez mais customizados.

Para o sucesso do projeto, a consolidação de um único conjunto de padrões técnicos de comunicação e segurança será um elemento-chave. Com ele, a troca de informações entre os diferentes tipos de sistemas e dispositivos será assegurada, eliminando-se as restrições relacionadas aos padrões proprietários vigentes.

DESEJAMOS QUE A INTERNET SEJA HONESTA, SAUDÁVEL E PRODUTIVA PARA O BRASIL – até +

 

GAMES E ROBÓTICA

CACO IDIART, presidente da Assoc. de Desenvolvedores de Jogos Digitais do RS e artista transmídia, palestrou no salão nobre do Palacio do Comércio da capital, sobre o mercado crescente de games no Brasil, a convite da ACPA.

A equipe LOBÓTICOS da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Heitor Villa-Lobos, no bairro Lomba do Pinheiro, retornou com troféu ao Brasil nesse domingo, 24, após participarem do mundial de robótica Robocup Montreal 2018. Na bagagem, os alunos trouxeram o prêmio de Melhor Apresentação, um entre os nove distribuídos. Os Lobóticos competiram dos dias 17 a 21 e fizeram três apresentações, sendo uma em conjunto com equipes da Rússia e Canadá.

Os alunos da Emef Heitor Villa-Lobos João Gabriel Domingues, João Gabriel Welter, Leonardo Bálsamo, todos de 13 anos e no 8º ano, e Lauren Rybarcik, 14 anos e do 9º ano, apresentaram-se na modalidade OnStage, também conhecida como dança de robôs. A agenda da Robocup começou no dia 17, domingo, data reservada para os treinos e cerimônia de abertura. Do dia 18 a 21, ocorreu a competição, dividida em três avaliações: demonstração técnica, com duração de 5 minutos para apresentar as habilidades dos robôs; entrevista técnica, a qual os jurados conversam durante 15 minutos com membros da equipe para avaliar a programação; e performance no palco, que analisa a criatividade da apresentação musical.

Parabéns para todos – até+

 

NOVOS ESTUDOS ESPACIAIS

Para entender os padrões que deram forma às galáxias, é necessário estudar as estrelas, e os astrônomos e cientistas conseguem analisar suas massas, nascimentos e mortes para compreender melhor a história do Universo.

O Observatório Europeu do Sul (ESO) acaba de anunciar que um grupo de astrônomos descobriu que tanto as galáxias do universo primordial como uma galáxia próxima contêm uma proporção de estrelas massivas muito maior do que as encontradas em galáxias até então.

“Encontramos cerca de 30% mais estrelas com massas maiores que 30 vezes a massa do Sol. Encontramos também 70% mais de estrelas com mais de 60 massas solares”, explicou Fabian Schneider, da Universidade de Oxford, na Inglaterra.

IMG_2199

“Nossos resultados desafiam a ideia anterior, que previa um limite de 150 massas solares para a maior massa de nascimento de estrelas e as conclusões até sugerem que estrelas podem ter massas iniciais de 300 massas solares!”.

As descobertas, realizadas por dois grupos de astrônomos independentes, foram publicadas em dois artigos científicos nas revistas Science em janeiro e na Nature em junho, e podem mudar completamente as ideias atuais sobre a forma como as galáxias evoluíram.

Uma das equipes de pesquisa foi liderada por Schneider, que usou o Very Large Telescope (VLT), do ESO, para observar quase mil estrelas em 30 Doradus, conhecida como a Nebulosa de Tarântula – região formadora de estrelas na Grande Nuvem de Magalhães, uma pequena galáxia satélite da Via Láctea.

A outra equipe, liderada pelo astrônomo Zhi-Yu Zhang da Universidade de Edimburgo, recorreu ao Atacama Large Millimeter/Submillimeter Array (ALMA), para investigar a proporção de estrelas massivas em quatro galáxias distintas e cheias de poeira.

“As descobertas nos levam a questionar nossa compreensão da história cósmica”, concluiu Rob Ivison, astrônomo da Universidade de  Edimburgo. Ciberia.

NOS ESPERAM DIVERSAS SURPRESAS DEVENDADAS PELA CIÊNCIA – até+

SÓ REPRESSÃO POLICIAL NÃO DÁ! É JOGAR DINHEIRO FORA…

O IPEA É UMA DAS VOZES QUE ESTUDAM A MATANÇA BRASILEIRA.

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada é uma fundação pública federal vinculada ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. Suas atividades de pesquisa fornecem suporte técnico e institucional às ações governamentais para a formulação e reformulação de políticas públicas e programas de desenvolvimento brasileiros. Os trabalhos do Ipea são disponibilizados para a sociedade por meio de inúmeras e regulares publicações eletrônicas, impressas e, em eventos.

EXERCITO NO RIO

Atlas da Violência 2018: pelas políticas públicas e retratos da sociedade verde amarela, fizeram um mapeamento das mortes violentas nos municípios brasileiros com população superior a 100 mil residentes, em 2016, com base nos dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade do Ministério da Saúde (SIM/MS). Em primeiro lugar, discutiram o papel da prevenção social dentro de uma abordagem de políticas efetivas de segurança pública. Neste ponto, elaboraram o que seja este último conceito e os sete elementos fundamentais geralmente presentes nas experiências nacionais e internacionais que lograram êxito na redução de crimes violentos, em período relativamente curto de tempo. Dentre esses fatores, um pilar crucial consiste na prevenção social focalizada para as populações vulneráveis. Para ilustrar a interação entre o desenvolvimento humano e as mortes violentas, apresentaram alguns indicadores socioeconômicos selecionados (calculados com base em dados do Censo Demográfico de 2010), a fim de compor uma fotografia para cada um dos 309 municípios listados: A CADA EVASÃO ESCOLAR CORRESPONDE UM AUMENTO, EM PARALELO, DAS MORTES DE JOVENS!

IPEA informa que 5 % DO PIB nacional são gastos com a repressão policial, ou seja,  bilhões de reais que deveriam ser melhor utilizados.

Escolas

A SOLUÇÃO NÃO PASSA PELO ENCHIMENTO DE CADEIAS, PASSA PELO ENCHIMENTO DE ALUNOS EM ÓTIMAS ESCOLAS – ate+

MERCOSUL 2…

O QUE FALTA AO MERCOSUL É MELHORAR A PARTE ECOLÓGICA, PRINCIPALMENTE NA INDÚSTRIA AUTO MOTRIZ, ESCRAVA das maiores petroleiras e dos gigantes do setor: Mercedes Benz, Volvo, Fiat, Ford, etc. Mais os fabricantes de pneu, óleos, vidros, aço, espumas, plásticos, etc…

China, como país de partido único, vai mexer e solucionar em parte o seu grave problema ambiental: terá 1:000.000 de veículos elétricos nas suas principais cidades para uso compartilhado e para frotas de carros autônomos. Tudo isso daqui a 2 anos, em 2020!

Em 2022 serão fabricados 2 milhões de carros sustentáveis…em 2025 haverá 5 milhões de carros com diversas motorizações: elétricos, híbridos e movidos a hidrogênio líquido!

A meta atingirá o cúspide em 2035, com mais de 50 milhões de carros que nunca precisarão do petróleo para funcionar.

O país asiático quer ocupar o 1º lugar em mobilidade urbana do futuro.

Modelo chinês – GM Baojun E100 com valor de R$18.000,00. Também deverão surgir novos modelos de bicis elétricas, motos, helicópteros e aviões – ate+

Heli-Yoshine-COAX-500

Modelo elétrico-diesel Yoshine, para 2 tripulantes

TODOS TEMOS MICRO INIMIGOS NAS CÉLULAS E NO SANGUE…

02 ABR Enanos JPEG

QUEM PEDIR AJUDA SERÁ PROTEGIDO PELA TCHURMINHA DO BEM…

FAMÍLIA E-NANOS

Os amigos de crianças, idosos e natureza. Ache na página @osenanos – ate+